quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Amor e Outras Coisas (capítulo um)

Ele tinha-a visto há algum tempo. Não lhe quis falar pois não sabia se o queria verdadeiramente fazer. Provavelmente também ela o tinha avistado ali, naquela pequena mesa daquele café mas preferira fazer de conta que já não o conhecia.

Talvez fosse verdade. Com o passar do tempo tornaram-se estranhos, perigosamente distantes um do outro ao ponto de pouco se terem cruzado nos últimos meses. Rafael compreendia-a e esperava que ela o compreendesse também. Algo em si dizia-lhe que o melhor era mesmo não se encontrarem. Lembrou-se do seu coração e do esforço titânico que fizera nos últimos encontros e deixou-se ficar ali sem fazer qualquer esforço para lhe falar.

Ele estava ali. Na sua mesa favorita, café bebido e a sós com os seus pensamentos. Não o queria fazer mas não resistiu a olhar, de novo, para a mesa que ficava junto à janela. Era lá que se sentava a mulher que lhe dera a maior desilusão da sua vida. Habitualmente ficava sempre mais tempo mas hoje era um dia diferente. Estava na altura de ir. Levantou-se, deu meia dúzia de passos na direcção da porta não sem antes ouvir o seu nome, dito por aquela voz tão familiar, uma voz que um dia fora o seu mundo.

"Rafael? És tu?"

Ele não conseguiu evitar um ligeiro arrepio ao ouvir aquela voz. Voltou-se para cruzar o seu olhar com o dela.

"Sim, sou eu. Tudo bem, Rita?"
"Há tanto tempo que não nos víamos. Desde..."
"Sim, desde essa altura..."
"Não te queres sentar aqui comigo? A minha companhia já se foi embora há algum tempo.
 
Rafael vira-os a chegar. Pareciam felizes. Ele não deixava de estar feliz por ela. Ela parecia diferente mas ainda conseguia ver os traços de quem, um dia, tinha sido a sua melhor amiga.

"Sim, tudo bem."

Não era o que queria. Rita ainda era um assunto sensível. E aqui estava ele com ela, na sua mesa, a liberdade a poucos passos de distância. Ela ainda mexia com as suas emoções. Estava pouco à vontade. Aceitou um café e deixou-se ficar. Algo nela ainda o abalava por dentro. Olhavam-se sem mais palavras, indecisos em como começar, sem aquela cumplicidade que os unira.

"Tinha saudades tuas, Rafael."
"É melhor não irmos por aí, Rita. Não depois de tudo..."
"Não te quero magoar. Só queria que te lembrasses..."
"Eu lembro-me, Rita. Não me esqueci de um único detalhe."
"Então porque é que não me respondeste à mensagem de ontem? Nem sequer apareceste."
"Porque não era o momento", respondeu-lhe ele, sem vontade de revisitar o passado.

"E se esse momento fosse agora?"

26 comentários:

  1. Deixaste o suspense no ar!!!

    Espero ansiosa pelo capítulo que se segue.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era mesmo essa a ideia! Em breve cá estará o capítulo dois.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Gostei de ler... vou esperar, lool

    Beijos e uma noite Feliz

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. O que é que daqui vai sair???
    Aquele abraço, bfds

    ResponderEliminar
  4. Queria mais e fiquei suspensa a pensar no que poderá surgir:)

    Bom fim de semana

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostaste. Muitas coisas irão surgir pelo caminho :)
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Adorei... aguardo a continuação :)
    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz, Lírio :) Esta semana poderás continuar a ler :)
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Ehhhh lá:) além de fotógrafo temos escritor?! Gostei! Boa Friend...siga, aguardo os próximos capítulos!

    Bom fim de semana com muitas imagens, algumas letras e nenhuma gripe para ti!

    Jinhooooosssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Friend, gosto das duas coisas! Esta semana tenho mais novidades :)
      Gosto de te ver por cá, aparece mais vezes!
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Há quem logo ao primeiro episódio deixe perceber como vai terminar a história.
    Não é o caso, decididamente.
    Bom fim de semana.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Eu prefiro manter o suspense. Parece que é simples mas não o será.
      Um abraço

      Eliminar
  8. Adorei! Estou ansiosa pela continuação! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já acabei de escrever o segundo capítulo. Em breve poderás ler :)
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Carpe, olá!

    Já li, e gostei.
    Sem falsa lisonja: gostei mesmo.
    Deixaste várias "pontas soltas" o que te dá uma muito maior liberdade de escrita, uma muito maior hipótese de seguir vários caminhos.
    Continua, por favor.
    Força, vamos em frente!;)
    Até breve.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá GL,
      É claro que sei que a tua opinião é "sem falsa lisonja." Sim, há várias pontas soltas mas a história promete novos capítulos. Esta semana há mais :)
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Por vezes ao ler determinados textos, como este que acabei de ler, parece-me que estou eu própria a revisitar a minha própria vida. Este texto soou-me tão familiar. Só mudaram os nomes, de resto podia ser um qualquer bocadinho de passado, do meu passado, ou, quem sabe, do futuro. Também me parece que o futuro vai passar por aqui. Coisas minhas.

    E sim, Carpe, quando isto acontece, quando o leitor se identifica de alguma forma, é como se quisesse dizer que a pessoa que acabou de escrever o texto está no bom caminho. Eu acho que existe por aí alguém que pode estar no bom caminho. Escrita simples, nada pretensiosa. Gosto.

    Beijinho e bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, fiquei realmente feliz ao ler o seu comentário. É tão bom quando alguém se identifica com o que escrevemos. Isso é que faz tudo valer a pena! Quanto ao caminho, esperemos que sim, que se esteja a ir bem.
      Obrigado!
      Beijinhos

      Eliminar
  11. Gostei muito. Quando é que "sai" a continuação?
    um beijinho e um bom final de Domingo
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta semana poderás ler o segundo capítulo. Obrigado pelas palavras, Gábi.
      Beijinhos

      Eliminar
  12. Cá está! Onde tudo começou!...
    Adorando a história!... Agora sim... ansiando pelo capítulo 3...
    Bjs
    Ana

    ResponderEliminar
  13. Parabéns! Que belo início.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar