segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Amor e Outras Coisas (capítulo cinco)

Amor e Outras Coisas (capítulo um)
Amor e Outras Coisas (capítulo dois)
Amor e Outras Coisas (capítulo três)
Amor e Outras Coisas (capítulo quatro)


Passara uma semana. Sete dias e sete longas noites em que ele não deixava de pensar nela. Rafael procurara, em vão, tentar saber quem era aquela mulher mistério mas não tivera sucesso. Patrícia, a sua amiga e a aniversariante naquela noite afinal não a conhecia.

“Desculpa, Rafael, provavelmente entrou na festa sem ter um convite. Gostava muito de ajudar.”

“Não faz mal. Se calhar foi melhor assim.”

Mas ele não acreditava nas palavras que dizia. Ela não lhe saia do pensamento. Tinha que a voltar a ver pelo menos mais uma vez. Mas como? Não sabia nada sobre ela. O seu nome era um mistério ao qual ele não chegara a qualquer conclusão, tal como a história de não lhe revelar nada sobre ela. O que se passaria? Teria sido uma brincadeira? Rafael já nem sabia o que pensar, tinha a mente num turbilhão de ideias que o afligiam especialmente à noite, não o deixando dormir. 

Sonhava acordado com aquele beijo e com aquele suave toque da sua pele na dela. Nesta noite, em especial, estava mais agitado do que nunca. Rita continuava a enviar-lhe mensagens e a querer encontrar-se com ele a sós. Ele procurava as melhores palavras para lhe responder quando reparou em algo fora do vulgar.

Enquanto procurava a sua carteira encontrara um pequeno papel dobrado ao meio escondido no bolso de trás das suas calças de ganga favoritas. Agora que pensava nisso, eram as mesmas que usara na festa de aniversário de Patrícia. Cheio de esperanças e com o coração nas mãos, abriu rapidamente o pedaço de papel misterioso. O que lá estava escrito deixou-o com um misto de surpresa, alívio mas também de dúvida.

Rafael leu em voz alta a pequena mensagem.

“Encontra-me ao pôr-do-sol onde os barcos partem mas regressam sempre…”

Mariana

20 comentários:

  1. Belo texto! Adorei

    Beijo e um dia feliz

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Tão bonito...gostei muito. Continua que é emocionante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz por gostares. Tem sido emocionante escrever esta história :)

      Eliminar
  3. Uma penetra misteriosa... está a fica cada dia melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo misteriosa :) Obrigado por estares por aí.

      Eliminar
  4. Obá! Isto está cada vez melhor e eu cada vez mais curiosa! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há mais coisas a acontecer! Até ao próximo capítulo!

      Eliminar
  5. Isto não se faz!...
    Agora sou eu que vou ter um sono agitado... até ler o Capitulo 6... ;-D
    Até ofereço um por do sol dos meus, para pano de fundo desse encontro... que não vou perder nem por nada... logo agora que a coisa está ficando boa?...
    Beijos! Boa semana!
    Ana

    Acho que nem preciso de dizer que a história está fantástica, né?...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, amanhã há mais novidades! Obrigado pelas palavras sempre tão simpáticas :) É uma óptima sensação saber que estão a gostar da história.
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Isto está a andar muito devagar...quero o capítulo VI agora!!!
    um beijinho e boa semana
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amanhã poderás ler a continuação da história!
      Beijinhos, Gábi.

      Eliminar
  7. Hummmmmmmmmmmmmmmm...será uma armadilha?

    Espero ansiosa pelo próximo capítulo!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem sabe o que virá por aí? Espera, eu sei :)
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Já sabemos que há ali um ancoradouro....
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  9. Coitado do Rafael e só lhe desejo que não passe muitos pôr-de-sol a olhar e a pensar na morte da bezerra. Aguardo e ou muito me engano irá ter amargos de boca com tamanha "ilusão".

    Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, vamos lá a ver como correm as coisas ao Rafael.
      Beijinhos e obrigado!

      Eliminar
  10. Por razões várias não tenho conseguido acompanhar a evolução da história, o que no fim até acaba por ser bom: agora vou saber mais novidades sem ter que esperar.:)))

    Estou apreensiva com o Rafael. O que é que essa Mariana quer? Huummm!!!

    Estou a gostar, sim, e muito.
    Vou passar ao próximo capítulo.:)
    Beijinho, Carpe.

    ResponderEliminar
  11. Gostei do pormenor "das suas calças de ganga favoritas". Acho que uma história fica mais rica quando se vão juntando aqui e ali pequenos pormenores que a enriquecem. Podem, à primeira vista, passar despercebidos, mas quem gosta disto de ler está sempre atento a tudo ;)

    ResponderEliminar