segunda-feira, 2 de novembro de 2015

# Pensamento do Dia!


"É impossível, diz o Orgulho
 É arriscado, diz a Experiência
 É inútil, diz a Razão
 Tentemos, murmura o Coração."


Hoje, neste princípio de semana (chuvosa...) trago-vos este pequeno poema de William Arthur Ward. Tentemos sempre seguir o que o Coração nos diz. Desta forma, provavelmente poderemos ser mais felizes.


# Boa semana!





Copenhaga, Dinamarca!


13 comentários:

  1. Estou mais pela experiência e razão!

    ResponderEliminar
  2. O coração e as suas ideias alternativas :P

    ResponderEliminar
  3. Maravilhoso!!

    Beijo e uma feliz fim de tarde.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. E sem nunca tentar nada se consegue...vou sempre pelo coração:) A foto está 5*****

    Um bom serão

    ResponderEliminar
  5. Sem dúvida!
    Devemos ouvir a voz do coração, antes de decidir.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Melhor ouvir o coração, Boa semana!

    ResponderEliminar
  7. O coração é um músculo complicado.
    Mas que vale sempre a pena ouvir.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
  8. E cada vez mais me convenço, que quem ama com a Razão, nunca conheceu o verdadeiro amor...
    Lindíssimo poema! Em que tudo é dito, em poucas palavras... do jeito que eu aprecio...
    Magnífica partilha!
    Bjs
    Ana

    ResponderEliminar
  9. Gostei do pensamento e da fotografia...depois li de novo e pensei porque é que o orgulho e a razão diriam o mesmo e fui à procura no Google:
    "It's impossible." said pride. "It's risky." said experience. "It's pointless." said reason. "Give it a try." whispered the heart.
    pelo que o que a razão dirá, será antes, "é inútil".
    um beijinho

    ResponderEliminar
  10. Quando deixamos de ouvir o coração algo vai mal. É que ele é sempre o melhor conselheiro.

    Boas escolhas, aliás como sempre.:)

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  11. Eu tento sempre ouvir e seguir o meu coração, tu sabes....boa continuação de boa semana.

    ResponderEliminar